Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007

Respira fundo... Tudo o que sonhas se tornará realidade. Tudo o que anseias está ao teu alcance.

 

Respira fundo... Se sentires que a escuridão te engole sem remorsos... Se julgares que este é o fim do teu caminho.

 

Respira fundo... Porque a cada expiração te libertas e a cada inspiração renasces.

 

Respira fundo... Aproveita casa segundo da vida, porque o tempo não volta a trás, nada do que estás a viver se vai repetir.

 

Respira fundo... E olha para dentro de ti. Encontra a força que faz de ti quem és, que te ilumina na escuridão que te faz erguer do chão molhado.

 

Respira fundo... O mundo pode estar virado ao contrário mas tu continuas a ser tu, isso nunca vai mudar...

 

Agarra-te ao que és, sê feliz por aquilo em que te tornas-te, recompõe –te da queda e esforça-te por ver a felicidade que se aproxima de ti, sem que notes...

 

Respira Fundo.... e mais uma vez, recomeça.


Estou:
My Soundtrack: Plain White T's - What If

publicado por Night_Angel às 22:43 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007

Pois, isto de fazer parte de um dos melhores blogs de HP em Portugal tem a sua piada xD

 

O Profeta Diário reiniciou a produção dos FlipendoCasts que contam com a minha (infeliz) participação.

 

Se gostam de HP e se querem rir um bocado vão a http://flipendocasts.blogs.sapo.pt/  e escutem com três alminhas fanáticas por HP têm a dizer.

 

Se gostarem comentem para nos incetivar a continuar a gravar coisas destas; se não gostarem comentem também para nos tirarem a vontade de fazermos figura de parvos xD (claro que, no segundo caso, não garantimos a publicação dos comentários xD jokkin' )

 

Bem, sem mais nada a acrescentar deixo-vos com a sugestão...

 

Bjo**



publicado por Night_Angel às 22:07 | link do post | comentar

“ Desde sempre que sonhei alcançar este dia. Desde que me colaste o rosto no chão que desejei erguer-me da escuridão e poder mostrar-te o verdadeiro eu.

É verdade… apesar de tudo, de toda a dor e humilhação, depois de becos e solidão voltei à luz e mereci o meu lugar.

Venci contra todas as probabilidades. Sou o que sempre fui, mas sem a pressão que exercias em mim. Sou mais livre. Sou mais verdadeira.

Não tenho medo de sorrir. E o caminho não me assusta.

Venci! E não mais me vou entregar ao sentimento de vulnerabilidade. Não mais vou entregar a coragem e ousadia que cresceram em mim.

Criaste defesas em mim. Fizeste de mim uma pessoa mais forte.

Odeio-te (sei que é duro mas é o que sinto) e para sempre odiarei por tudo o que me fizeste passar. Pela solidão que senti. Pelo medo que me invadiu.

Queria que soubesses o que sinto e espero que para sempre sintas o peso da derrota, pois és muito inferior a mim.

Saudações do pedestal onde nunca vais chegar,

AAA.”


Estou: Beleza dos pormenores
My Soundtrack: Plain White T's - Hate (I really don't like you)

publicado por Night_Angel às 20:28 | link do post | comentar | ver comentários (7)

Terça-feira, 20 de Novembro de 2007

 

“… e assim, sem saber bem porquê, vi-me na necessidade de escrever, porque nada do que te possa conseguir dizer irá exprimir a totalidade do que sinto cá dentro.

Nunca pensei um dia dizer isto, mas desde o primeiro dia em que te vi que senti que algo em nós se comlpletava. Não sei explicar o porquê, simplesmente senti que aquele momento estava destinado a ser.

O teu olhar roubou-me as memórias dolorosas do passado que teimava em desaparecer. O teu sorriso devolveu-me a alma que julgava perdida para sempre. As tuas palavras elevaram o meu ser.

Julguei que o mundo era perfeito, que tudo tinha encontrado o seu equilíbrio. Deixei a maré correr, não pressionei, se alguma coisa tivesse de acontecer, aconteceria certamente.

Por pouco não clarificámos o que sentiamos, por um segundo a compreensão total não nos tomou.

Mas algo em mim continuava a acreditar que tudo era perfeito de mais para se perder tão facilmente; outras oportunidades iriam surgir.

Mas não surgiram.

Não sei se caí no esquecimento, mas durante dias parecia que a minha existência te era indiferente; cheguei a pensar que a minha presença junto de ti não era desejada… afastavas-te quando eu me aproximava, ignoravas as minhas palavras, os meus olhares…

E uma parte de mim murchou nessa altura. “ Como foste ingénua ao pensar que a perfeição podia estar ao teu alcance?” pensava para mim durante aqueles momentos de solidão.

Julguei que tudo estava perdido, que tudo não tinha passado de uma mera ilusão…

Deixei de tentar aproximar-me de ti. Deixei de tomar atenção aos teus paços, de aguardar a tua chegada…

Até que um dia, voltaste… Não totalmente. Um pouco a medo diria. Mas voltaste. E o teu toque voltou a recair sobre mim. E o teu olhar pousou no meu. O sorriso voltou a surgir, desta vez sem ser forçado.

E eu floresci. Sem pensar no que poderá um dia ser, nem no caminho que vamos tomar. Alegrei-me por poder voltar a contar com a tua companhia.

Não sei o que aconteceu para me renegares... Mas fico feliz por teres voltado… A partir daqui o tempo o dirá.

Só quero que saibas que há algo que me prende a ti.

Que és especial mas que não sei dizer porquê.

Espero que percebas o que tentei dizer, mas as palavras sabem a pouco e a mestria para as controlar não é muita, e peço desculpa por isso, mas são elas que me põem mais à vontade.

                                                       With you ‘til the end…

                                                                                          AAA”

 


Estou: o teu toque 1a vez +
My Soundtrack: Plain White T's - Let me take you there

publicado por Night_Angel às 21:27 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 13 de Novembro de 2007

Doce concretização da dor.

Alma que solta o seu sentimento pelo espelho que é o seu reflexo.

Lágrima é o que sinto no rosto. A sua perfeição molhada a percorrer a minha tristeza deixa-me na certeza da infelicidade.

Não consigo impedir o sofrimento que me assola… tudo isto deixou de fazer sentido… deixei de acreditar no destino…

Lágrima…

Liberto este desabafo silencioso, na penumbra da noite, na certeza de, no dia seguinte, ninguém notar nos olhos inchados.

Dou a conhecer a mim própria esta tristeza que ganhou forma nos beirais do meu olhar, sem que desse conta de se estar a formar, e percebo o que nunca devia ter ignorado.

Se caíres sete vezes, levanta-te oito.

- Provérbio chinês -


Estou: sad but: 2days 5h 14min =D
My Soundtrack: Per Te - Josh Groban

publicado por Night_Angel às 18:41 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Vivo com vontade de ser e, ao mesmo tempo, com vontade de não mais ver o Sol nascer.

Agonia…

Vivo nesta fantasia de um dia conseguir alcançar o que desejo.

Desespero nas sombras, ansiando pelo destino, neste caminho sombrio onde nada faz sentido

Fantasia de querer viver, de querer ser mais, de poder mudar…

Frustração…

Nada da utopia se torna real, só o desejo de conhecer o final da insignificante existência, da insuportável inspiração.

Fantasia de poder acreditar na felicidade. Ingenuidade de sonhar um dia voar.

Fantasia de poder adormecer e deixar a dor do anseio desvanecer...

 


Estou:
My Soundtrack: Iris - Goo Goo Dolls

publicado por Night_Angel às 15:46 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 9 de Novembro de 2007

Pois então cá vão as respostas para o questionário do concurso do PD:

1.      Severus Snape

2.      A profecia

3.      Barty Crounch Júnior

4.      Sirius Black

5.      Galos (o grito dos basiliscos é fatal para os basiliscos)

6.      Piers Polkiss

7.      Três

8.      Albus Percival Wulfric Brian Dumbledore

9.      Quatro

10.  Um horcrux é o receptor onde um feiticeiro negro esconde um frangmento da sua alma, com o propósito de alcançar a imortalidade.

11.  Cozinha

13.  Professora Sibyll Trelawney

14.  Nove

15.  608

16.  Sirius Black

17.  1997

18.  Descobrir e destruir os restantes horcruxes assim como acabar com a sétima parte da alma de Voldemort, que ainda se encontra no seu corpo

19.  Sala das Necessidades

20.  Irmandade mágica


Estou: 6dias 1h e 22min
My Soundtrack: Gifts and Curses - Yellowcard

publicado por Night_Angel às 22:34 | link do post | comentar

Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

No âmbito do concurso levado a cabo pelo Profeta Diário vou postar, seguidamente, um texto da minha autoria que corresponde a uma das tarefas do pack 2.

 

Talismãs da Morte: Um Título Adequado.

 

A tradução do título do mais recente (e último) livro da autora JK Rowling: Harry Potter and the Deathly Hallows, conheceu algumas dificuldades uma vez que o sentido das palavras não era explícito só por si.

 

Desde a revelação correram rumores acerca das possíveis traduções. Ouvimos falar em Relíquias da Morte, Relíquias Mortíferas, Hallowe’en Mortal, Artefactos Sagrados, etc...

 

Muitas foram as teorias mas agora finalmente temos uma certeza: o título português será Harry Potter e os Talismãs da Morte. Fiquei muito surpresa, confesso, pois contava com a permanência do Relíquias da Morte, mas, na minha opinião, a escolha final foi perfeita.

 

Claro que não ficámos com o efeito “ultra-misterioso”  que o título original gozou (talvez diga isto por já ter lido o livro) mas penso que este se adequa ao tipo de livro que é, mantém um certo suspense e carrega consigo um certo ar mágico. Para além de achar isto apenas pela sonoridade das palavras, uma pesquisa de significados confirma este carácter e dá-nos a certeza de a escolha ter sido acertada.

 

Olhemos em primeiro lugar para a palavra “talismã”. Segundo o American Heritage Dictionary, “talisman” significa “objecto marcado por símbolos mágicos; o qual se acreditava conferir poder e protecção”.

 

Seguidamente, analisemos o sentido dos Deathly Hallows. No capitulo intulidado “ The Tale of the Tree Brothers” é nos dado a conhecer este conto infantil que define a essência dos Hallows.

 

Este conto retrata a história de três irmãos, que utilizando os seus poderes mágicos, atravessaram um rio tido como impossível de cruzar. Admirado com a capacidade dos irmãos a Morte, que capturava as vitimas que não conseguiam atravessar as águas, concedeu-lhes três prémios.

 

O mais velho pediu a varinha mais poderosa que existisse; que vencesse todas as batalhas. E a Morte concedeu-lhe a Elder Wand.

 

O irmão do meio pediu o poder de trazer pessoas da morte. E a Morte concedeu-lhe uma pedra que fazia isso mesmo.

 

O irmão mais novo pediu algo que lhe permitisse seguir para fora daquele lugar sem correr o risco de ser seguido pela Morte. E a Morte entregou-lhe o Manto da Invisibilidade.

 

Podemos assim concluir que os Deathly Hallows não mais que talismãs da Morte, objectos que concedem aos seus portadores poderes fantásticos e para além do normal e é por esta razão que acho que o tradução do titulo se adequa.

*(Desculpem a extensão mas entusiasmei-me =D )

**( Aceitam-se críticas xD)

 


Estou: 7dias, 7h e 35min
My Soundtrack: This is the Night - Harry Potter and the Goblet of Fire OST

publicado por Night_Angel às 16:19 | link do post | comentar

Sexta-feira, 2 de Novembro de 2007

When there’s nothing to give how can we ask for more?

Como posso desejar que queiras estar perto de mim?

Como posso forçar-te a minha presença?

Talvez por ter pensado que havia mais no olhar… Talvez por desejar que o sorriso escondesse mais do que alegria…

Como posso pensar que sentes a minha falta?

Como posso esperar que penses em mim quando olhas para o vazio?

Talvez nunca tenha tido razões para pensar que era importante, mas senti que algo em ti me conduzia nesta direcção…

Talvez, uma vez mais, tenha interpretado tudo mal… talvez não…

Como posso esperar um sinal teu se te apagas na minha presença.  Não sei o que aconteceu, ou talvez não o queira aceitar… Talvez sempre tenha sabido o meu destino… Talvez ansiasse por um final feliz.


Estou: Baralhada
My Soundtrack: Stay - Emmy Rossum

publicado por Night_Angel às 18:23 | link do post | comentar

MiM
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Secret #2

Secret #1

I can't deny it

[my mind is out of contro...

when words escape me

Argumentos de Loucura

Hopelessly

This is so fucking stupid...

Confessions #6

I Crave for You

arquivos

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds